Apresentação

Localizada no extremo sul de Alagoas, às margens do Rio São Francisco, a cidade de Penedo é uma das mais bonitas e antigas cidades históricas brasileiras e impressiona os visitantes pelo seu rico patrimônio histórico-cultural. Suas igrejas, convento e palacetes do século XVII e XVIII proporcionam uma verdadeira viagem ao passado do Brasil Colonial.

Bandeira de Penedo

Erguendo-se imponente sobre um rochedo às margens do rio São Francisco, a cidade de Penedo é um relicário vivo, que conserva um patrimônio artístico-cultural de grande valor, tendo sido palco de acontecimentos importantes do Brasil Colonial.

As marcas dos colonizadores portugueses, holandeses e dos missionários franciscanos, podem ser constatadas na arquitetura barroca de suas igrejas. Distante 157 km de Maceió, pela Rodovia AL 101-Sul, Penedo atualmente conta com uma população urbana de aproximadamente 60 mil habitantes.

Hino

Por ocasião da comemoração da passagem dos 300 anos de fundação de Penedo, em 12 de abril de 1936, apresentou-se o "Hyno do Tricentenário", com música de Manoel Tertuliano Filho e letra de Jonas Batinga.

Em 2 de agosto de 1974, o prefeito Alcides dos Santos Andrade encaminhou um projeto de lei em regime de urgência, considerando este hino como "Hino Municipal de Penedo". A Câmara Municipal aprovou-o, sendo o mesmo sancionado pela Lei N° 683 de 7 de setembro de 1974.

Alagoas, da pátria luzeiro,
Viu-te um dia Penedo nascer,
Hás de sempre, por isso, altaneiro.
Seu nome entre glórias render!

Em três séculos a pátria bem viu
Como sabe este povo ter fé!
E hoje mais do que nunca sentiu
Como vive o Penedo de pé!

Tem na história da pátria o lugar
Que merece, entre os mais distinguidos,
Esta terra, que vale um altar,
Que hoje vimos beijar comovidos!

Quando amor nesse beija que encerra!
Ah! Que orgulho se apossa de nós!
Nosso lábio que aqui beija a terra,
Beija a fronte dos nossos avós!

Côro

Céus e rio em que Deus revela!
Corações que não que não sabem ter medo!
Almas Grande de fé tão singela!
Salve, terra querido Penedo!